degrade_reto.png

BLOG

Aqui, compartilhamos a paixão pelo que fazemos em forma de conteúdo. Semeamos um pouco de nosso conhecimento e experiências vivenciadas para que você também possa colher frutos.

Storytelling com a Almar: tudo o que você precisa saber

Storytelling é uma poderosa técnica, que nos permite transmitir conteúdo por meio de um enredo elaborado e de narrativa envolvente, usando palavras e recursos audiovisuais.­

E você sabia que essa técnica pode contribuir para os resultados da sua empresa? Confira o vídeo!




O que um bom storytelling precisa?


1️⃣ Como somos atraídos por conteúdos pelos quais nos identificamos, é preciso conhecer o seu público! Assim, ao entender suas preferências, é possível identificar quais os melhores conteúdos para a sua audiência. Ah, lembre-se: pessoas reais com histórias reais aumentam a proximidade e também o engajamento.

2️⃣ Nessa arte de contar histórias, é preciso transportar o seu público para uma viagem, por meio de uma narrativa clara, com início, clímax e fim. Ah, não esqueça de incluir seu produto ou propósito da sua marca na mensagem. E tem mais: aposte na autenticidade e recursos narrativos - eles fazem toda a diferença!

3️⃣ Experiências reais falam mais por si só do que um discurso persuasivo. Além disso, solucione o conflito criado na narrativa! Você pode fazer isso demonstrando ações e projetos na prática. Assim, você cria credibilidade com o interlocutor.

4️⃣ Conquiste o seu público por meio de conteúdos informativos ou educativos, que ajudem a entreter ou surpreender. Dica: os arquétipos, modelos mentais, criam uma identidade para a sua marca na mente de seus atuais e futuros clientes.

5️⃣ Aposte nos gatilhos mentais! Assim, você consegue despertar sentimentos como nostalgia, curiosidade, alegria, necessidade, e muitos outros.

Para um bom storytelling, a narrativa deve ser bem articulada, com começo, meio e fim notáveis. Além disso, ela precisa não só capturar o público, mas deixar uma marca em sua memória.

A mensagem precisa ser expressada de forma relevante, que prenda a atenção do interlocutor.

Pode não ser tão fácil, mas é tão gostoso esse processo!

A nossa jornada sobre prototipação baseia-se nas quatro etapas a seguir:






Jornada do Herói


Criada em 1949 pelo antropólogo Joseph Campbell, a jornada do herói é um dos formatos de storytelling mais conhecidos. O conceito é uma fórmula da construção de histórias, capaz de envolver os leitores e espectadores na trama.

Mais tarde, a jornada do herói também ficou famosa pela adaptação do roteirista Christopher Vogler. Em 1992, ele publicou “A jornada do escritor: estruturas míticas para escritores”. E, a partir disso, filmes clássicos como Mulan, A Pequena Sereia e Matrix foram baseados nessa obra.

Mas você sabe como a jornada do herói se estrutura? Confira a seguir!





Conceito aplicado a diferentes áreas


Falamos aqui sobre as etapas da jornada do herói, mas você sabia que é possível adaptar esse conceito a diferentes frentes?

Vamos falar sobre marketing! É necessário que você encare seu cliente como herói da história. Quer saber como? Acompanhe aqui!

✨ O mundo comum: é o cenário atual do seu cliente ou público-alvo, em que existe um problema a ser solucionado.

✨ O chamado à aventura: reconhecimento do problema e busca por soluções.

✨ Recusa do chamado: resistência inicial do cliente. Você precisa superar esses impasses.

✨ Encontro com o mentor: o mentor é você e a sua marca, que transmitem confiança para a jornada de compra.

✨ A travessia do primeiro limiar: o cliente superar o seus limites para encontrar um novo ponto de vista sobre a solução.

✨ Provas, aliados e inimigos: superação de crenças limitantes e receios do cliente. São os pequenos desafios.

✨ Aproximação do objetivo: antes da decisão, em que você deve revisitar as dores do cliente e apresentar seus benefícios.

✨ A provação: a luta final pela aceitação do cliente.

✨ A recompensa: é a conversão.

✨ O caminho de volta: pode ser o pós-venda.

E aí, o que achou? Já colocou o seu cliente no papel de herói dessa jornada?




Feedback


Resgatando feedbacks que amamos!

Robert Wieselberg é um dos caras gênios com quem a nossa head Vanessa trabalhou em sua jornada pré-Almar, no mercado financeiro. Ele foi um dos primeiros executivos a abrir portas para a Almar realizar seus projetos nada convencionais. Legal, né? Na época, conduzimos um trabalho na linha de storytelling com a sua equipe para respaldar agendas de cultura organizacional para lá de humanizadas.

Muito legal, né? É só entrar em contato com a gente que te ajudaremos nessa jornada de contar histórias!

Venha alavancar sua empresa com a Almar! Acompanhe a gente por aqui e veja também o que estamos falando pelos nossos outros canais: Instagram @alavancadasmarcas e LinkedIn.